TRIZ: como multiplicar sua criatividade técnica e capacidade de inovar – GARANTIDO! (Parte Final)

A solução para seu problema tem 99,7% de chances de já estar resolvido!

Neste último artigo da série introdutória sobre TRIZ (Teoria da Resolução de Problemas Inventivos) concluímos a explicação sobre os atributos revolucionários dessa metodologia. (Caso não tenha lido os anteriores, veja aqui a Parte 1 e Parte 2)

E aqui vem mais uma “revelação” impressionante do TRIZ: você sabia que 99,7% dos problemas já foram resolvidos?! [4] Em outras palavras: a menos que a situação inventiva que você enfrenta requeira a descoberta de um novo efeito científico – o que ocorre em apenas 0,3% dos casos – a solução para os seus problemas inventivos mais difíceis (atuais e futuros) já está pronta!

você sabia que 99,7% dos problemas já foram resolvidos?! [5]. Em outras palavras: a menos que a situação inventiva que você enfrenta requeira a descoberta de um novo efeito científico […] a solução para os seus problemas inventivos mais difíceis (atuais e futuros) já está pronta!

2.000.000 de problemas foram resolvidos com apenas 200 princípios inventivos!

Em sua pesquisa inicial sobre as 400.000 patentes de invenção, Altshuller constatou que os inovadores, em diferentes áreas do conhecimento, utilizavam vários “princípios inventivos” comuns, de maneira repetitiva, para resolver problemas que eram essencialmente os mesmos, independentemente do ramo tecnológico. De fato, quando a pesquisa de Altshuller chegou a dois milhões de patentes investigadas, haviam sido identificados não mais do que 200 princípios inventivos distintos. Ou seja: aplicando apenas 200 princípios inventivos, foi possível resolver 2 milhões de problemas!

Altshuller observou ainda que, desse total de 200 princípios inventivos, um conjunto de apenas 40 eram os mais frequentemente utilizados.

Dizem que um bom inventor usa consistentemente ao redor de seis princípios inventivos. Imagine o que acontecerá com sua criatividade e capacidade de inovar se você aprender aqueles 40 princípios inventivos!

Altshuller observou ainda que, desse total de 200 princípios inventivos, um conjunto de apenas 40 eram os mais frequentemente utilizados. Dizem que um bom inventor usa consistentemente ao redor de seis princípios inventivos. Imagine o que acontecerá com sua criatividade e capacidade de inovar se você aprender aqueles 40 princípios inventivos. E eles são apenas um entre vários outros recursos que o TRIZ coloca à nossa disposição!

Agora deixe-me explicar um pouco mais essa questão de que 99,7% dos problemas já estão resolvidos, e que portanto é praticamente certo que, se você usar o TRIZ, encontrará soluções altamente criativas para o seu problema inventivo:

É assim que você irá solucionar o SEU problema com alto grau de criatividade

Ao contemplar aquele “mar” de 400.000 patentes de invenção em sua pesquisa original, Altshuller observou que, naqueles milhares de problemas inventivos resolvidos, não apenas se repetia o uso dos mesmos princípios inventivos, mas também apareciam, nos conflitos técnicos considerados, os mesmos parâmetros de engenharia. De fato, Altshuller fez uma síntese dos 39 parâmetros que ocorriam com maior frequência nos milhares de problemas analisados.

Concluiu-se daí que, hoje, com a contribuição do TRIZ, se não olharmos para as particularidades de cada caso (o nosso problema específico) mas para a essência estrutural do problema (em termos de quais parâmetros estão envolvidos) podemos transformar, por abstração, qualquer problema específico em um problema padrão, para os quais já foi feito um trabalho de síntese das soluções padrão poderosas geradas por inventores brilhantes, que usaram certos princípios inventivos altamente eficazes. E então fica muito mais fácil derivar, por analogia, uma solução específica inovadora para o nosso caso particular.

Conforme ilustra a figura, é assim que funcionam várias ferramentas do TRIZ, guiando-nos com segurança através do caminho de abstração-síntese-analogia, até chegarmos (de forma praticamente garantida) a várias soluções com alto grau de criatividade!

Esta é uma abordagem absolutamente revolucionária no campo da inovação, por três motivos:

Z

Primeiro Motivo

Porque bloqueia nossa tendência natural (extremamente ineficaz) de tentar saltar diretamente do nosso problema específico para uma solução específica, com base no incerto e arriscado caminho da tentativa-e-erro. E além disso…
Z

Segundo Motivo

Permite padronizar o processo de inovação! De fato, um outro nome para o TRIZ é “Inovação Sistemática”. Ou seja, Altshuller desenvolveu um método de inventar. Porque o caminho de abstrair o problema específico e transformá-lo ou modelá-lo num problema padrão, para em seguida aplicar soluções padrão de alto nível de criatividade e derivar por analogia uma solução inovadora, esse é um caminho que se pode padronizar ou sistematizar (o que é impossível com o “método” de tentativa e erro – brainstorming inclusive). Ou seja, ao contrário da crença popular de que criatividade é um dom e que inovação é um processo errático e esporádico, o TRIZ revela que a criatividade pode ser aprendida, e que o processo de inovação pode ser sistematizado! E como se isso já não fosse suficiente…
Z

Terceiro Motivo

Ainda por cima, a aplicação do TRIZ assegura resultados de altíssima qualidade, tanto em termos de quantidade de ideias como no nível de criatividade das mesmas. Isso porque, em seu trabalho de abstração e síntese, Altshuller usou as 40.000 patentes de invenção mais criativas, concebidas pelas cabeças mais brilhantes da humanidade nos últimos 500 anos.

Portanto, como era de se esperar, com o TRIZ os resultados são simplesmente surpreendentes! É disso que vamos tratar no nosso WEBINAR GRATUITO SOBRE TRIZ no qual você terá oportunidade de aprender mais e ver vários casos reais de aplicação. Clique aqui e saiba como multiplicar sua criatividade técnica rápido, sendo pouco criativo.

Faça sua inscrição gratuita, organize-se para participar e… nos vemos lá!

Sobre o Autor

Eduardo C. Moura

Eduardo C. Moura

TLSS e DFSS Master Black Belt, Consultor Sênior Em Excelência Empresarial e Fundador do Resolve.Guru e da Qualiplus

Eduardo Moura acredita na importancia do aprendizado e ensinamento contínuo e tem como missão elevar ao nível de exclência todos os profissionais e empresas do Brasil.

Especializações:
ASQ (American Society for Quality) de 1986 a 2004: Certified Quality Engineer, Certified Reliability Engineer, Certified Quality Auditor, Certified Quality Manager. ASI (American Supplier Institute): Certified Taguchi Expert (1999, o primeiro no Brasil). TOCICO (The Theory of Constraints International Certification Organization) Practitioner

Certificações:
Thinking Process, Finance & Measures, Supply Chain Logistics (2010, 2012). DDI (Demand Driven Institute): Certified Demand Driven Planner (2014, o primeiro no Brasil). Strategic planning and business growth, product innovation and development, process and product performance optimization. TOC-Theory of Constraints, Throughput Accounting, Thinking Processes, Strategy & Tactics, Critical Chain, Supply Chain Logistics, Drum-Buffer-Rope . Lean Production, Lean Development, Six Sigma, TRIZ, Taguchi Methods, MTS – Mahalanobis Taguchi System, Robust Engineering.

NOTAS E REFERÊNCIAS:

[4] V. Souchkov (2014), “Breakthrough Thinking with TRIZ for Business and Management”, p.5.

Está Gostando?

Compartilhe Conhecimento Com Seus Amigos e Colegas. Mostre pra eles que você é uma pessoa bem informada.